Aviso

Please enter your Disqus subdomain in order to use the 'Disqus Comments (for Joomla)' plugin. If you don't have a Disqus account, register for one here

Blog Escola Linux

  

Kernel do Linux: O que é e para que serve?

Kernel do Linux: O que é e para que serve?

O finlandês Linus Torvalds é o criador do Linux, núcleo (kernel) do sistema operacional GNU/Linux. A relação de Torvalds com a computação teve início quando seu avô, um matemático e professor universitário, comprou um computador Commodore International e pediu para que ele, com 11 anos na época, o ajudasse a usar a máquina.

Por ter ficado tão admirado com o computador, Linus Torvalds desenvolveu o restante do sistema.

Anos depois, comprou uma máquina da IBM e então iniciou profissionalmente no ramo da computação. Em sua autobiografia intitulada Just For Fun, Torvalds afirma que, por culpa de sua impaciência e pelo fato de nunca se contentar com o sistema que utilizava, ele criou o sistema Linux.

Foi em 1991, período em que cursava Ciência da Computação na Universidade de Helsinque, que decidiu compartilhar seu sistema operacional. Hoje, é simplesmente um dos sistemas mais usados do mundo. Acompanhe!

O que é o Kernel Linux?

O sistema Linux é o kernel do sistema, ou seja, um software responsável por controlar as interações entre o hardware e outros programas da máquina. O kernel traduz as informações que recebe ao processador e aos demais elementos eletrônicos do computador. O kernel é, portanto, uma série de arquivos escritos em linguagem C e Assembly, que formam o núcleo responsável por todas as atividades executadas pelo sistema operacional.

Apesar de ser a parte mais importante do sistema, já que ele fornece a interface para os programas conectarem-se com os recursos do sistema de um nível mais elevado, isoladamente, o kernel não é de grande utilidade para o usuário final. Por isso, foram criadas as distribuições Linux. De todo modo, o kernel tem controle sobre os dispositivos do sistema Linux, como redes, sistemas de arquivos, placas de som, vídeo, entre outros recursos.

Como funciona o desenvolvimento do Kernel do Linux?

Sempre são lançadas novas versões do kernel do sistema Linux com intuito de trazer melhorias à atualidade em funções específicas. O objetivo é também corrigir falhas e adicionar mais recursos ao kernel, além de compatibilidade com novos hardwares. Cada nova versão vem representada por três números diferentes separados por ponto final. Os dois primeiros números indicam qual série pertencem, já o terceiro aponta qual a versão do kernel dentro daquela série.

Quando o segundo número for ímpar, demonstra que a série ainda está em desenvolvimento, logo, representa uma versão instável e em fase de testes e melhorias. Por outro lado, quando o número é par, significa que a série tem estabilidade para funcionar. Por fim, o terceiro número se altera quando algum recurso é modificado ou adicionado.

O Kernel Linux completa, em 2017, 26 anos de existência. Seu criador, Linus Torvalds, afirmou, em entrevista a Embedded Linux Conference, que o sistema Linux está "tão desenvolvido quanto nunca". Torvalds coordena e acompanha, junto de seus colaboradores, todo o desenvolvimento do núcleo do sistema operacional desde 1992. As novas versões têm como objetivo oferecer mais vantagens para seus usuários, que notarão um sistema visualmente melhor, aumento na velocidade, entre outros benefícios.

Para conhecer mais sobre o Kernel do Linux acesse diretamente o site http://www.kernel.org.

Curso Online Administração CentOS

Curso Online Administração Debian

Qual a melhor distribuição Linux para programação?
Diretórios no Linux: Entenda como funciona!

Artigos Relacionados

Google Analytics Alternative