Blog Escola Linux

  

Diretórios no Linux: Entenda como funciona!

Diretórios no Linux: Entenda como funciona!

Os sistemas operacionais são um conjunto de programas que gerenciam o sistema da máquina, fazendo uma ligação entre o computador e o usuário. Hoje, os mais comuns que existem no mercado são Microsoft Windows, Mac OS X e Linux.

A estrutura de diretórios no Linux é um pouco diferente para quem está acostumado com o sistema Windows, mas é bastante definida. Visando a organização, a distribuição Linux e softwares seguem o Filesystem Hierarchy Standard (FHS) - que padroniza as pastas do sistema para receber arquivos. Entenda mais!

Distribuição Linux e Diretórios no Linux de acordo com o padrão FHS

O Linux organiza os arquivos dentro dele em uma raiz (root) de diretórios, seguindo um padrão FHS. Tudo o que há no sistema fica dentro de diretório raiz, simbolizado pela barra "/", assim como partições e discos. Apenas o usuário administrador consegue criar ou mover arquivos do diretório raiz.

A distribuição Linux segue uma estrutura específica. Os diretórios no Linux obedecem ao padrão FHS de acordo com uma organização lógica, assimiladas em outras pastas dentro da hierarquia do diretório raiz.

Diretórios no Linux

Além do diretório raiz, outros diretórios no Linux também compõem seu sistema, podendo ter algumas variações de acordo com o conteúdo instalado em cada máquina.

Binários executáveis - /bin: este diretório pode ser utilizado por qualquer usuário. São comandos básicos para arquivos de textos e de rede.

Binários do sistema - /sbin: armazena executáveis e tem administração do sistema.

Bibliotecas - /lib: contém bibliotecas localizadas nos diretórios /bin e /sbin. Normalmente, iniciam com os prefixos ld ou lib.

Arquivos pessoais - /home: é o diretório dos usuários, onde ficam os arquivos pessoais e contempla arquivos específicos das contas dos usuários.

Programas diversos - /usr: o diretório reúne executáveis e armazena programas instalados a partir do código-fonte. Ele também possui subdiretórios no Linux.

Configurações do sistema - /etc: contempla os arquivos de configuração que podem ser utilizados pelos softwares e editados manualmente. Não contém programas binários.

Inicialização - /boot: são arquivos de inicialização do sistema.

Dados de serviços - /srv: dados em execução no computador.

Arquivos de dispositivos - /dev: neste diretório, os arquivos são representados por hardware e software. É possível acessar terminais e dispositivos conectados ao computador.

Pontos de montagem temporários e mídias removíveis - /mnt e /media: o primeiro diretório armazena os sistemas de arquivos que podem ser montados pelos administradores do sistema. O Segundo, diz respeito aos dispositivos de mídias removíveis inseridas na máquina como, por exemplo, CD ou pen drive.

Arquivos de dados variáveis - /var: arquivos de informações sobre os recursos e processos em andamento no sistema, além de armazenar logs.

Arquivos temporários - /tmp: arquivos que são criados temporariamente ou pelo sistema ou pelos usuários. Quando o sistema é iniciado, quase sempre os arquivos são apagados.

Opcionais - /opt: diretório de aplicativos adicionais, mas não essenciais para o FHS.

Se tiver mais alguma dúvida sobre diretórios no Linux poste nos comentários abaixo.

Curso Online Linux Essentials-Preparatório LPIC 101

Curso Online Linux Essentials-Preparatório LPIC 102

Kernel do Linux: O que é e para que serve?
A importância do domínio de bancos de dados Oracle
Google Analytics Alternative